sábado, 26 de dezembro de 2015

Apresentação

Ponto e Vírgula

Eu sou um ponto, 
no final de um poema,
de uma prosa,
de um conto.
Sou decisão.
Mas, se uma pequena vírgula se aproximar,
e com carinho tocar minha alma,
e de mansinho,
fizer seu ninho em meu coração...
Entrego o meu destino,
volto a ser menino, 
formo um lindo par,
ponto e vírgula singular.
Crio um novo texto;
um pretexto para ser feliz. 

(Roberto Pereira)


(imagem do Google)

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Totalmente, graças à você :)
      Obrigada.

      Excluir
  2. Oooi! Bem-vinda :D É tão bom acompanhar iniciante, porque fazemos parte desta história. Que você continue firme! Sucesso <3 Feliz Ano Novo!
    http://www.thoughtsandadventures.com.br

    ResponderExcluir
  3. Obrigada!!!
    Sucesso e felicidades pra você também, Ruth <3
    Bjs

    ResponderExcluir